Rômulo Ávila

Coluna do Rômulo Ávila

Veja todas as colunas

'Favoritos' estreiam bem; 'zebras' perdem 

08/03/2019 às 10:27

Divulgação Conmebol/Site Oficial

O mata-mata é a forma de disputa mais democrática do futebol. É nele que o mais fraco vence o mais forte e que o imprevisível está quase sempre presente. É por isso que vira e mexe a zebra desfila entre os favoritos. É tal imprevisibilidade que dificulta, por exemplo, cravar a presença de algum brasileiro na final da Libertadores de 2019.  

Os resultados das estreias dos brasileiros na fase de grupos da principal competição do continente seguiram o que penso sobre os times daqui com mais condição técnica de chegar longe no torneio: Cruzeiro, Palmeiras e Flamengo venceram fora. E o Grêmio, que encarou o rival mais qualificado, empatou na Argentina. Se tivesse que apostar nos favoritos, colocaria Grêmio, Palmeiras, Cruzeiro e Flamengo (nesta ordem). 

O Atlético e o Club Athletico Paranaense perderam, sendo o revés do Galo pior por ter sido no Mineirão. É claro que nada está ganho ou perdido. No caso do Atlético, mesmo com um time mediano, a recuperação no grupo é possível. Porém, é preciso ter os pés no chão e ter a consciência que qualquer posição além das quartas-de-final já pode ser considerada uma zebra. 

Então,  Atlético não pode chegar longe na Libertadores? Claro que pode. Mas é improvável. Dos times brasileiros que estão na competição, o Atlético só supera o ex-xará. Grêmio, Palmeiras, Cruzeiro e Flamengo têm elencos muito mais qualificados. O Galo corre por fora, muito por fora mesmo. Se fosse uma competição de pontos corridos, diria que a chance título seria zero. 

Chegar à fase de grupos já foi um feito significativo para o Atlético. Tivesse enfrentado rivais mais qualificados, como o próprio Cerro, poderia ter tido o mesmo destino do São Paulo.  

O Cruzeiro tem dois trunfos importantíssimos: o conjunto e um técnico especialista em mata-mata. Além disso, deu sorte ao cair no grupo mais fraco entre os brasileiros.Briga, sem dúvida, para ser o primeiro colocado geral, o que lhe garante decidir sempre em casa. 

Além dos tradicionais argentinos, como Boca e River, os brasileiros merecem atenção na caminhada celeste.  Também pelo conjunto, tradição e por ter um setor ofensivo poderosíssimo, o Grêmio é o brasileiro favorito na minha lista. Depois vem o Palmeiras, que tem Felipão no comando e um elenco repleto de opções. Vários jogadores reservas do Palmeiras seriam titulares absolutos em muitos times da Série A. Depois, fechando os quatro, está o Flamengo, clube que investiu milhões e tem um grupo acima da média.  No entanto, fica atrás em relação ao trio porque Abel Braga está iniciando o trabalho agora.

O bom disso tudo é que o formato mata-mata pode derrubar qualquer projeção. Acho que é nisso que muitos times se apegam.  Antes, porém, é preciso superar a fase de grupos.  Depois, tudo pode acontecer. Once Caldas, LDU e Argentino JRS não me deixam mentir. Façam suas apostas.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    ⚽️COLUNA DO @wellingcampos Um clássico da grandeza de Galo e Cruzeiro "A frase do comentarista Léo Figueiredo ao… https://t.co/RjLrYdzVKE

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽De acordo com o clube celeste, o veículo foi alvejado por vândalos que atiraram pedaços de madeira, pedras e garrafas

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽Raposa encheu o cofre com a classificação às semifinais

    Acessar Link