Notícias

Técnico Jorge Jesus admite vantagem do Flamengo por decidir vaga no Maracanã

Por Agência Estado, 03/10/2019 às 09:46
atualizado em: 03/10/2019 às 09:46

Texto:

Apesar da cautela que costuma exibir, o técnico Jorge Jesus admite que o Flamengo está em vantagem em relação ao Grêmio no duelo da semifinal da Copa Libertadores. O "fator casa", na avaliação do treinador do time carioca, será importante em busca da vaga na grande decisão. A segunda partida será disputada no Maracanã, no Rio de Janeiro, no dia 23.

"O 'fator casa' não é determinante, mas é importante. Ainda mais no Maracanã, com uma massa de torcedores que empurra o time. Esperamos que tenha capacidade para conseguir o objetivo, que é estar no Chile. O resultado, teoricamente, é melhor para o Flamengo", reconhece o treinador, referindo-se à final, que será disputada em Santiago, capital chilena.

A confiança elevada do treinador também se deve à boa atuação exibida na Arena do Grêmio, no empate por 1 a 1, em Porto Alegre, na noite desta quarta-feira. Algo incomum em jogos da equipe gaúcha em casa, a maior posse de bola foi do visitante. O Flamengo registrou 58% no quesito, contra 42% dos anfitriões.

Houve surpresa também nas trocas de passes, outro fundamento do time comandado pelo técnico Renato Gaúcho. O Flamengo anotou 358 passes certos, mais que o dobro dos 130 da equipe gaúcha. Apesar disso, o número de finalizações foi igual para os dois times: 11

"O Flamengo é um time completo, não faz diferença por setores. Os jogadores funcionam com uma ideia de jogo. Tivemos muita posse de bola e continuamos a ser o melhor time", avalia Jorge Jesus, satisfeito com o seu time, que lidera o Brasileirão.

A boa fase, com boas performances nas duas competições, não vai fazer o time priorizar um torneio. Jorge Jesus evita projetar uma formação reserva na próxima rodada do Brasileirão, contra a Chapecoense, domingo, fora de casa.

"Temos duas competições e vamos lutar até o fim nelas. São esses desafios que eu gosto. Os jogadores também. Vamos recuperar o time para o jogo contra Chapecoense. Não vi o time desgastado", comenta o treinador.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link